Sessão Solene vai homenagear o Dia da Policial Militar Feminina

 

No próximo dia 13, às 10h, o presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Fernando Capez, e o Deputado Estadual Coronel Camilo realizam, no Plenário Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, uma Sessão Solene com o objetivo de celebrar o Dia do Policial Militar Feminino. Na ocasião, sete policiais serão homenageadas pelos relevantes serviços prestados ao cidadão de São Paulo.

Atualmente, cerca de 10 mil mulheres trabalham na Polícia Militar de São Paulo nas mais diversas áreas. “A mulher pode chegar aonde quiser. Para mim, é um privilégio fazer essa homenagem com o Deputado Dr. Capez”, afirmou Camilo. “As mulheres fazem a diferença na PM. Trazem sensibilidade e a empatia”, ressaltou. Durante três anos, o Coronel Camilo foi comandante-geral da Instituição e lembrou que foi uma honra ter comandado uma tropa tão dedicada e reconhecida pelo cidadão.

A história da mulher na PM do Estado de São Paulo começou em maio de 1955, quando o primeiro corpo policial feminino da América do Sul foi criado pelo então Governador do Estado, Jânio Quadros. Ele determinou por decreto que fosse criado o Corpo de Policiamento Feminino da Guarda Civil de São Paulo. As mulheres policiais passaram a atuar em postos de serviço de assistência social, posteriormente no policiamento de trânsito e nos Batalhões, até integrarem o patrulhamento com os homens. Atualmente exercem todas atividades existentes na Polícia Militar.

Saiba mais - O "Dia do Policial Militar Feminino", a ser comemorado anualmente no dia 12 de maio, foi instituído pela Lei 11.249, de 4 de novembro de 2002, oriunda do projeto de lei número 282/2001, do então Deputado Cabo Wilson Morais.

Please reload

Arquivo de notícias

18/12/2018

Please reload

Desenvolvido por @carinarabelo.com