Coronel Camilo promove audiência pública para debater desordem urbana



Nesta quinta-feira, 5/11, a partir das 10h, o Deputado Estadual Coronel Camilo promove na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo uma audiência pública com o objetivo de avaliar as questões que envolvem a desordem urbana em São Paulo.


Participam do evento deputados estaduais; policiais militares, representantes da Prefeitura Municipal de São Paulo; o Vice-Presidente da Associação Viva o Centro, Marco Antonio Ramos de Almeida; o Presidente da Associação Paulista Viva, Antonio Carlos Franchini Ribeiro; e os professores José Vicente da Silva Filho e Tulio Kahn, especialistas em segurança pública.


O evento é aberto à comunidade em geral, especialmente os líderes de assoicações de bairro, profissionais de segurança e membros dos Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEGs).


Desde o advento da Escola de Chicago (1915-1940), investigação de fenômenos sociais ocorridos naquela cidade norte-americana, os cientistas sociais tem apontado a íntima correlação entre ambiente e a ocorrência de atos antissociais.


"A tranquilidade pública, a salubridade pública e a segurança pública compõe a chamada ordem pública. Se uma dessas variáveis for afetada, por certo, afetará as demais", afirma o Deputado Estadual Coronel Camilo, proponente da audiência.


A ocorrência de ruído urbano, o comércio irregular, o acúmulo de lixo, imóveis em ruínas, falta de iluminação pública, falta de sinalização de trânsito, entre outros, afetam a qualidade de vida e a sensação de segurança do cidadão.


Os membros da Frente Parlamentar de Segurança, presidida pelo Coronel Camilo, entendem que pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, que necessitam de assistência e desenvolvimento social e apoio em saúde, poderão se tornar vítimas, caso as medidas adotadas pelo poder público não contribuam para minimizar ou reverter este quadro.


Para debater todas as situações de desordem social e urbana, estarão presentes cientistas sociais, policiais, autoridades municipais e líderes comunitários, buscando compreender melhor o fenômeno e gerar proposições que serão oferecidas às autoridades públicas ou transformadas em norma legal.


A audiência pública faz parte dos trabalhos da Frente Parlamentar de Segurança Pública da ALESP, lançada em maio de 2015.


Serviço:

Audiência Pública sobre Desordem Urbana em São Paulo

Data: 5/11, das 10h às 13h

Local: Plenário José Bonifácio - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Av. Pedro Alvares Cabral, 201 - Parque Ibirapuera. São Paulo/SP.


Arquivo de notícias

Desenvolvido por @carinarabelo.com