Saiba como aproveitar as compras de Natal sem esquecer da segurança

 

O vai e vem de pessoas durante as compras de Natal faz com que os criminosos tirem proveito da situação e utilizem o cenário movimentado para agir mais facilmente. Está mais do provado que, nos locais lotados e, provavelmente, com sinais de desordem, os delitos acabam sendo praticados em maior número.

 

A fim de evitar ocorrências como roubos e furtos e até perda de crianças, algo comum nesta ocasião, a Polícia Militar indica ao consumidor redobrar a atenção com a segurança. Praticamente todas as ruas de compras tornam-se visadas, mas existem as mais conhecidas e procuradas pela população, como a região das 25 de Março, José Paulino e Brás, no centro. Por isso, a importância de seguir cuidados e estendê-los para toda a família.

 

As precauções devem ser adotadas no caminho do destino escolhido. A maior parte dos endereços permite-se chegar de transporte público. Neste caso, o Metrô e ônibus são boas opções.

No trajeto, vá com poucos pertences e prefira um único cartão. Use uma bolsa pequena e a leva na parte frontal do corpo. No caso de homens, o bolso da frente da calça deve concentrar as quantias.

 

Desconfie de empurrões nas escadas rolantes do Metrô e trem e tente não permanecer próximo de muita gente, ao ponto de esbarrar nelas.

 

O indicado é deixas as crianças em casa, pois elas exigem atenção e podem se perder no meio da aglomeração.

Na parte financeira, caso não tenha cartão, saque o que desejar longe dos centros de compras para minimizar os riscos de ser vigiado pelos criminosos.

 

Quando for passar o cartão nas lojas, confira o valor na máquina para que não seja creditado uma quantia maior. Não passe cartão em camelôs irregulares, você não terá com quem reclamar em caso de problemas, já que boa parte dele é itinerante – sem ponto fixo nas ruas.

 

Se for imprescindível, leve o celular, porém o recomendado é deixá-lo na residência por se tratar de um acessório pequeno e valioso. Ao atender chamadas, se proteja em galerias ou lojas, onde as chances de delito são menores.

 

Fora da rua - Quem vai a shoppings acaba relaxando com a segurança. Ao entrar no estacionamento, não perca a atenção. Desça rapidamente do carro, evitando, assim, ficar no veículo e ser alvo de alguma abordagem. Bolsas dentro de lojas devem ficar com a pessoa e não em balcões e cadeiras. Existe uma falsa sensação de segurança que precisa ser levada em consideração.

 

No comércio eletrônico, certifique-se que o site é seguro e exibe, no canto da tela, um cadeado de segurança para fugir de golpes online.

Ao perceber qualquer movimentação suspeita dentro de algum comércio, banco etc, avise o segurança do estabelecimento ou o gerente. Na dúvida, informe a Polícia Militar (190) que reforçará seu policiamento neste Natal.

Please reload

Arquivo de notícias

18/12/2018

Please reload

Desenvolvido por @carinarabelo.com