CPI do Condepe encerra fase de oitivas

Relator da CPI da Operação Ethos/CONDEPE (Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana), o deputado Coronel Camilo (PSD) participou da oitiva do ex-vice-presidente daquele órgão, Luis Carlos dos Santos, acusado de receber propina para denegrir a imagem da Polícia Militar e de fornecer dados sigilosos dos policiais, nesta quarta-feira, 9/5.


Coronel Camilo considerou proveitosa a vinda do depoente até a Assembleia Legislativa, pois pode sanar dúvidas a respeito de sua atuação na direção daquele Conselho. Sobre a pergunta do deputado Vitor Sapienza que indagou ao depoente se tinha sugestões para melhorar a atuação do Conselho.


O relator disse que o fato de o depoente ter pertencido a uma entidade que atua muito em defesa dos direitos dos presos e atualmente ser um presidiário o coloca numa condição que lhe credencia a dar sugestões.


Coronel Camilo disse que parte do que ele falou já consta do relatório que será apresentado, como a regionalização do Condepe, aumento do número de conselheiros e criação de um orçamento próprio dentro da Secretaria da Justiça que permita ao Conselho maior autonomia nos ressarcimentos e pagamentos de diárias dos conselheiros.


Outra medida já proposta pelo deputado - e que já passou a ser norma dentro do Condepe durante a CPI - é que todos os postulantes a cargos dentro do Conselho tenham de apresentar atestados de antecedentes criminais.


Arquivo de notícias

Desenvolvido por @carinarabelo.com