Vizinhança Solidária ganha força entre moradores de São Paulo!

 

Nos últimos meses, o Projeto de Lei de autoria do Deputado Estadual Coronel Camilo chamado “Vizinhança Solidária” ganhou força em São Paulo. Em dezembro de 2017, o PL 904/2017 chegou a ser aprovado pelos deputados na Assembleia Legislativa, mas em seguida foi vetado pelo Governo. Para Coronel Camilo, um grande erro!

 

Coronel Camilo, um grande defensor da medida de sucesso, garante que não poupará esforços para reverter essa situação e manter o projeto que caminha na filosofia de Polícia Comunitária, ou seja, população e PM agem unidos.

 

O Vizinhança Solidária começou em 2009 na cidade de São Paulo, no Comando de Camilo, na região do Itaim-Bibi, na zona sul. Depois, foi sendo adotado por diversos bairros e por cidades do Interior. É prático: funciona com o uso de placas avisando que moradores estão ‘de olho’ e também são colocadas faixas com alertas, além de grupos em aplicativo de celular. Em caso de movimentação suspeita na rua, a PM é comunicada.

 

Para participar, é necessário procurar o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do bairro. “Ninguém melhor do que o próprio morador para auxiliar a Polícia com informações e dados sobre o seu bairro. Basta ampliar a capacidade de observação do que ocorre na localidade para dar o primeiro passo no fortalecimento do laço de cidadania que une os moradores do bairro”, explica o Deputado.

 

Please reload

Arquivo de notícias

18/12/2018

Please reload

Desenvolvido por @carinarabelo.com