Coronel Camilo participa de reativação de CONSEG no Centro de São Paulo

 

O chamado centro velho de São Paulo, triângulo histórico formado pelo Pátio do Colégio, Largo de São Bento e Largo de São Francisco, acaba de ganhar um Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG). O nome, “CONSEG Sé Arcadas 25 de Março”, foi em alusão aos três marcos históricos da área: Praça da Sé, Arcadas da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco e a Rua 25 de março.

 

A primeira reunião ocorreu no último dia 5, no Mosteiro São Bento. O Deputado Estadual Coronel Camilo, um grande defensor dos Conselhos de Segurança, foi um dos participantes da mesa. Além dele, estiveram presentes o Coronel Luiz Henrique, Comandante do CPA/M-1, o Tenente Coronel Motta, Comandante do 45º BPM/M, a Delegada Catarina de Sena, Titular do 1º Distrito Policial, Padre Lucas  Xiao, do Mosteiro e lideranças dos comerciantes da comunidade chinesa radicada na região central.

 

Segundo lideranças da Rua 25 de Março, tem sido constante os casos de roubos a estabelecimentos e roubos a cargas transportadas manualmente em carrinhos. O grupo chegou a pedir ajuda para mudar esse cenário atual. “Estamos no caminho certo”, comenta Camilo. “Muitas vezes, reclamamos de algo que nos incomoda no bairro e não agimos. Por que não participar e exercer um pouco a cidadania? Não sejam indiferentes. Busquem melhorar o ambiente onde vivem. Conheçam mais o policial da região. Converse, dê palpite e procure valorizar as boas práticas”, completa o deputado.

 

Na mesma noite, após indicada uma primeira diretoria para reativar o Conselho, que já funcionou em anos anteriores, foi marcada para maio. A reunião oficial de reativação deve contar com a participação do Coronel Luiz Pesce de Arruda, que trabalha no gabinete do Coronel Camilo e que, durante 10 anos, atuou na implantação e desenvolvimento dos Conselhos de Segurança no Estado e de outros Estados do Brasil.

 

História - Os CONSEGs foram criados a partir de Decreto Estadual nº 23.455, de 1985, pelo então governador Franco Montoro e se constituem, hoje, uma iniciativa de participação democrática da sociedade civil em temas de segurança e ordem pública. As reuniões ocorrem mensalmente com representantes do Governo Municipal polícias Civil e Militar.

 

Please reload

Arquivo de notícias

18/12/2018

Please reload

Desenvolvido por @carinarabelo.com