Zeladoria e a importância de cuidar do que é nosso

 

Temos acompanhado um problema mundial de saúde pública. Muitas crianças correm risco de ter seu futuro comprometido pela microcefalia, doença que está associada ao zika vírus, transmitido por um velho conhecido da nossa população: o mosquito Aedes aegypti, que transmite também a dengue e a chicungunha, ambas podem apresentar graves complicações de saúde aos pacientes.

 

No ano passado, foram registrados no Brasil mais de um milhão e seiscentos mil casos de dengue. O número é alarmante e instala uma séria crise na saúde pública do nosso país. Entretanto, todos nós precisamos fazer a nossa parte, ou seja, exercer a cidadania e ajudar a cuidar do ambiente. Acionar o Poder Público é outra forma de auxiliar neste combate: é fundamental não ser indiferente ao observar possíveis criadouros do mosquito.

 

Sabemos que o Aedes precisa de água limpa para se proliferar. Desta forma, temos que cobrar a zeladoria das áreas públicas da cidade, isso inclui retirada de lixo e depósito de entulhos em locais adequados. O que não podemos continuar assistindo é o despejo irregular de sofás, geladeiras e tantos outros detritos no meio da via.

 

Lixeiras públicas devem ser limpas assim como bueiros, praças e parques devem ter o mato cortado e o lixo removido. É importante lembrar descarte irregular de lixo é proibido por lei e passível de multa para quem for flagrado infringindo as normas. Restos de obras, por exemplo, com volume de até 1m³ podem ser levados aos tradicionais Ecopontos espalhados pela capital.

 

O nosso trabalho de fiscalização continua dentro de casa. É importante ainda verificarmos cada vaso de planta, caixa d’água, piscina e qualquer outro recipiente que possa ser um meio de reprodução do mosquito.

 

Os governos federal e estadual já colocaram o Exército e a Polícia Militar para auxiliar no combate ao mosquito transmissor das doenças. Acredito na união das pessoas para melhorar a vida de todos, por isso, não fique indiferente, participe deste mutirão, convoque familiares e amigos para acabar com esse grave risco à população.

 

 

 

Please reload

Arquivo de notícias

18/12/2018

Please reload

Desenvolvido por @carinarabelo.com